terça-feira, 29 de março de 2011

histórias de surfistas, caçadores e outros mentirosos

“…O homem trabalha para sobreviver e se diverte tentando achar algum sentido para sua vida inútil. Para o caçador, o acto de ir caçar não é muito diferente do ir surfar para o surfista. Pode ser um acto solitário e heróico ou divertido e companheiro.
Nessa pequenina aldeia de 120 pessoas, há um café exclusivo para os caçadores se reunirem depois dum dia duro atrás de coelhos e javalis. Todos comem cebola e vinho para manter as esposas longe e poder conversar e beber à vontade.
As histórias são as mesmas de sempre com variações alcoólicas. Surfistas não são em nada muito diferentes disso.
Os nossos dias são exaustivamente debatidos em longas conversas que se repetem sem muita variação do tema - onda.
O problema, ou a sua grande virtude, é que não trazemos nada de cada surfada excepto as histórias.
O surf é de completa inutilidade.” E é isso que Eu gosto.
texto adaptado - história completa em: http://julioadler.blogspot.com

    Praia Areal de Santa Bárbara

2 comentários:

Kaipiroska disse...

Mentira #1 - "Eu hoje surfei uma onda DEEEESTE tamanho!"

Marco C. disse...

e eu matei 6 javalis com 3 tiros!!