sexta-feira, 28 de setembro de 2012

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

terça-feira, 18 de setembro de 2012

o rapaz e o mar

Não sabia que podia simplesmente esquecer-me de distinguir as tuas
noites dos dias

Não sei perder-me da batida do teu coração que dá forma ao meu sossego

Não saberei jamais renunciar aos arrepios daquilo que pressinto mas desconheço!

Sei-te incondicionalmente mar salgado e aguardo com serenidade as tuas
mudanças de maré

Sempre soube que me levarias contigo quando acabasse a calmaria
excessiva das águas de verão…
 
poema por Rute Talefe
 
 
.: t h e  b o y  a n d  t h e  s e a :.

domingo, 16 de setembro de 2012

rastejante

    na dança do varão
 
.: c l i c k  t o  e n l a r g e :.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

terça-feira, 4 de setembro de 2012