domingo, 4 de maio de 2014

apagão


10 comentários:

João Menéres disse...

Afastou o Diogo deste local, Marco ?

Marco C. disse...

estava a dormir o Diogo :)

ZEKARLOS disse...

Bummmm que estoiro, o pequeno acordou mesmo não?? eheheh.

Remus disse...

Partir lâmpadas não liberta elementos tóxicos, nomeadamente vapores de mercúrio, para o ar?
Ou será que esse problema só se coloca nas lâmpadas de baixo consumo?

Na dúvida... não era eu que partia uma lâmpada, por mais fantástica que pudesse ficar, só para fazer uma fotografia. Partindo do principio que só foi mesmo necessário uma única lâmpada.
:-D

Marco C. disse...

uma lâmpada, uma única foto! Martelo numa mão e cabo disparador na outra :)

Questiuncas disse...

Já passou dos copos para as lâmpadas, e de seguida?

Marco C. disse...

já tenho outra ideia, mas mais complicada de concretizar :) A ver vamos

Kaipiroska disse...

E a lâmpada estava boa, nem fundida estava. É mesmo bom que tenha sido só uma, senão por esta altura estávamos à luz das velas.

Marco C. disse...

mas eu juro que neste preciso momento que aparece na foto, a lâmpada já estava fundida e não havia volta a dar :p

Questiuncas disse...

Pois, pois.
O Marco a partir as lâmpadas todas da casa, a Kaipiroska a por a casa toda à luz de velas...pois, pois.
Diogo, pega na prancha e vai apanhar uma ondas que qualquer dia ainda vias ter uma irmã para ensinar surf...
...pois, pois.