segunda-feira, 12 de outubro de 2015

The One


8 comentários:

Luis disse...

Casi todo puede ser abarcado por una mano incluso aquello que casi no nos pertenece. Precioso byn. Un abrazo

Rute disse...

Marco

Gosto imenso desta fotografia, está especial, tem sentimento, o título perfeito...mas não consigo perceber a posição da mão, porque quando se chega ali ao dedo médio, parece que falta um pedaço de carne,aparece uma parte negra que me baralha!

1 bj

Marco C. disse...

essa parte negra é a sombra da máquina :) que estava bem perto :)

Rute disse...

Que pena! Porque não se percebe que é uma sombra e 'deforma' a mão. fora isso, está linda:)

1 bj

Remus disse...

Eu assumo!
Eu não gosto de tatuagens, logo, não posso gostar de vocês.
Mas acho que com uns copitos de um bom vinho alentejano, posso mudar rapidamente de opinião.
:-)

A fotografia está com um aspecto "vintage". Gostei muito.

Marco C. disse...

bem Remus, já tens alguma coisa em comum com a minha mãe. Mas deves ter cerca de metade da idade dela, logo isso faz de ti um "careta"! :p menino...

Remus disse...

A mãe do Marco tem 38 anos?
Tem uma mãe muito nova...
:-P

Marco C. disse...

ah, então a tua idade desculpa muitas das coisas q escreves por esses blogues q segues... :p